ABMLPM

AMB e CFM aliam forças em prol da saúde, médicos e pacientes



Diretores do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB) – as duas maiores entidades nacionais da categoria – alinharam uma estratégia de ação conjunta durante reunião de quase três horas, realizada na terça-feira (14), na sede da AMB, em São Paulo (SP). No encontro, as lideranças discutiram medidas que podem ser adotadas com relação a temas que impactam o exercício da medicina no país.

Entre os assuntos que estão no radar do CFM e da AMB, estão a expansão de novas vagas e escolas médicas, o desrespeito de outras categorias profissionais à Lei do Ato Médico, a certificação de especialistas, a necessidade de valorização dos médicos e as falhas na infraestrutura de atendimento. Ao fim da conversa, os diretores acordaram o desenvolvimento de ações conjuntas, em relação a esses e outros pontos de uma pauta comum, focada nos profissionais e na qualidade da assistência.

Na oportunidade, foi definido que as entidades voltarão a se reunir regularmente para avaliar cenários, definir estratégias e implementar iniciativas que visem a defesa dos interesses da categoria e a proteção da saúde dos pacientes. Entre as ações já pré-estabelecidas entre os dirigentes estão o fortalecimento e valorização do ensino médico e da rede de apoio aos jovens médicos, além da possibilidade de discutir conjuntamente importantes temas, como a resolução que define a cirurgia robótica.

“Esse encontro resgata o que anunciei no primeiro dia como presidente do CFM: as entidades médicas encontrarão na nossa autarquia um aliado disposto ao diálogo e à construção de uma agenda convergente em torno de temas que sejam comuns e de importância aos diferentes públicos que transitam pelo universo da saúde e da medicina”, relembrou José Hiran Gallo, presidente do CFM.

Segundo ele, somente com respeito e harmonia as instituições conseguirão vencer os muitos desafios que hoje são impostos à medicina brasileira. “Para fazer frente a essas ameaças, as entidades médicas precisam superar eventuais diferenças na certeza de que, ao marcharem unidas, elas se fortalecem”, disse.

“Hoje é um dia de glória, de muita satisfação e de alegria, ao recebemos em nossa sede diretores do CFM. Conseguimos construir, aqui, um alinhamento de propósitos, na busca de uma convivência harmoniosa, profícua e exitosa. Essas importantes entidades, cada qual com seu papel e seu ofício, buscarão sempre o melhor para a assistência ao cidadão e ao ético exercício da medicina. Certamente, hoje estabelecemos um novo marco histórico na relação entre AMB e CFM”, destacou César Eduardo Fernandes, presidente da AMB.

O presidente do CFM esteve na sede da AMB, em São Paulo, acompanhado de seu 1º vice-presidente, Jeancarlo Cavalcante, e do conselheiro federal e representante do CFM no Conselho Deliberativo da AMB, Carlos Magno Dalapicola. Pela AMB, participaram o 2º vice-presidente Jurandir Marcondes Filho, o secretário-geral Antônio José Gonçalves; os diretores Akira Ishida e Fernando Tallo (Diretoria Financeira), José Fernando Macedo (Defesa Profissional) e José Eduardo Lutaif Dolci (Científico).

 

Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícia Médica © Todos os direitos reservados 2022
Desenvolvido por: J2w - Desenvolvimento Web